voltar

Pesquise sobre nossas escolas, notícias, portais e páginas.
(apague o campo para eliminar a pesquisa.)



Seduc realiza ação conjunta de monitoramento escolar devido às chuvas intensas

Por Michele Becker
- 23/05/2023 16:33:00
777 acessos imprimir

Equipes do Departamento de Engenharia e Manutenção Predial e do Serviço de Transporte estão em contato direto com diretores das dez regionais de educação para notificação de prováveis intercorrências e medidas rápidas de respostas

 

Em virtude das fortes chuvas que atingem todo o estado de Sergipe desde o último fim de semana, a Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (Seduc) realiza uma ação conjunta de monitoramento escolar. O monitoramento em escolas próximas a áreas de risco e de escolas em construção ou em reforma está sendo realizado pelo Departamento de Engenharia e Manutenção Predial (Demap), enquanto que o acompanhamento do transporte escolar é feito pelo Serviço de Transporte (Setran).

 

Até o momento, o monitoramento identificou dois pontos de alagamento nos arredores de unidades escolares, em Aracaju: um localizado no bairro Getúlio Vargas, na entrada de acesso ao Instituto de Educação Rui Barbosa (IERB), e o outro no bairro Coqueiral, nas imediações do Colégio Estadual Maria das Graças.

 

O diretor do Demap, Valdir Pinto Santos, explica que nesses dois casos, em específico, trata-se de um problema de manutenção do sistema de drenagem. “A drenagem da unidade escolar joga as águas pluviais para o sistema de drenagem da prefeitura, que abastecem os canais. Com os canais cheios, essa água não tem como escoar. Por isso, já solicitamos o apoio da Prefeitura de Aracaju. Aproveitamos também para afirmar que essas intercorrências não causam risco às estruturas prediais”.

 

O engenheiro responsável pelo Demap também aponta que, do universo de 318 escolas espalhadas pelo território sergipano, todas são monitoradas e passam pelo serviço de manutenção regularmente.  “A partir do monitoramento que realizamos, podemos garantir que nenhuma unidade escolar da rede estadual de ensino encontra-se em situação de risco ou pode causar risco à integridade física da comunidade escolar”, destaca Valdir. 

 

Nesta terça-feira, 23 de maio, as fortes chuvas causaram suspensão de aulas em algumas turmas em Pacatuba, Propriá e Neópolis, no Baixo São Francisco.

 

Já diretora do Setran, Sandra Ribeiro Alves, destaca que o Governo do Estado, por meio da Seduc, transporta diariamente cerca de 36 mil estudantes em 422 rotas regionais, sendo a frota do transporte escolar composta de 360 ônibus, 23 micro-ônibus e 104 vans.  “Diante desses dados, o monitoramento do transporte escolar vem sendo realizado em duas frentes, mantendo contato direto com os diretores da dez regionais de educação para, em havendo qualquer intercorrência, possamos agir com rapidez e eficiência. Também estamos mantendo contato com as 11 empresas que prestam serviço à Seduc”, afirma a gestora.

 

Atualmente, o serviço do transporte escolar é operado em modalidades na Seduc: com o Programa Estadual do Transporte Escolar (Pete/SE) e os convênios, por meio do quais são repassados recursos financeiros aos municípios, além dos contratos firmados com empresas terceirizadas para a disponibilização de transporte na capital e no interior.

 

A Seduc informa que até o momento nenhuma ocorrência grave foi notificada. Os telefones de contato para nos ajudar com o monitoramento são: (79) 3194-3206 (Demap) e (79) 3194-3210 (Setran).