voltar

Pesquise sobre nossas escolas, notícias, portais e páginas.
(apague o campo para eliminar a pesquisa.)

Sul sergipano recebe último encontro da Educação Profissional e Tecnológica com o setor produtivo

Por Leonardo Tomaz
- 22/06/2022 16:41:00
220 acessos imprimir

 

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), por meio da Diretoria Regional de Educação 1 (DRE 1), finalizou nesta quarta-feira, 22, o ciclo de Encontros da Educação Profissional e Tecnológica com o setor produtivo durante evento realizado no Centro de Excelência em Educação Profissional Ulysses Guimarães, em Umbaúba. O evento, que percorreu todos os territórios, contou com a participação de estudantes, professores, prefeitos, secretários municipais, empresários e representantes comerciais da região Sul do estado, além dos parceiros do Itaú Educação e Trabalho.

 

Fazendo um balanço de todos os encontros, o superintendente executivo da Seduc, professor José Ricardo de Santana, principal articulador da construção e implementação do Programa Estadual de Política da Educação Profissional e Tecnológica, lembrou que, além de fortalecer o quinto itinerário formativo do Novo Ensino Médio, com a oferta de mais cursos técnicos aos estudantes, o foco dessas ações também perpassa pelo apoio ao desenvolvimento econômico dos territórios. “A gente entende que a educação é uma política conjugada com o desenvolvimento. Então, nosso papel não é fazer o desenvolvimento econômico da região, mas sim apoiar tudo que tem a ver com o segmento”.

 

“Precisamos dar uma maior autonomia aos estudantes a fim de que eles tenham de fato mais oportunidades por meio do ensino profissionalizante. A nossa meta é chegar a 2024 com 10% da oferta da EPT nas escolas estaduais. Em nível de Brasil, atualmente, a oferta representa 5% em todas as redes de ensino. Nós estamos suando a camisa aqui em Sergipe com ações dessa natureza para que a gente consiga chegar a 8%. Para tanto, o apoio das prefeituras, das secretarias municipais, associações, ONGs, ou instituições que queiram colaborar conosco, será essencial. Todo esse movimento é feito para ouvir os estudantes, professores, os empresários e toda a comunidade”, destacou José Ricardo.

 

O professor Franz Russemberg, diretor da DRE 1, destacou o engajamento que será necessário para fazer a EPT avançar. “Esse momento é extremamente importante porque a gente está unindo vários segmentos da sociedade com um só objetivo: olhar para o que de fato a região pretende. Nossos cursos precisam estar alinhados justamente com aquilo que o setor produtivo demanda e contrata. Não adianta a gente fazer um curso ou promover uma formação e o jovem sair com certificado, procurar o mercado de trabalho e ouvir o empresário dizer que não é essa área que ele está procurando. Por isso é importante que vocês estejam aqui”, disse ele, durante o seu discurso.

 

O prefeito de Umbaúba, Humberto Maravilha, foi um dos convidados e contribuiu para o debate. Segundo ele, essa aproximação vai gerar excelentes resultados para o futuro. “A presença do empresário nesse evento é muito importante para esses jovens que vão sair da escola mais qualificados e que terão abertura para adentrar o mercado de trabalho”, frisou. Também participaram do encontro os prefeitos Adinaldo do Nascimento Santos, de Indiaroba; Francecleide Lima Santos Souza, de Pedrinhas; Danilo Carvalho, de Itabaianinha, além do secretário de Desenvolvimento de Estância, Thiago Menezes; o vereador de Estância, professor Misael Dantas, e demais convidados.

 

Mais oportunidades

 

De acordo com a diretora do Departamento de Educação (DED), professora Ana Lúcia Lima, a proposta é impulsionar a oferta da EPT em toda a rede, de acordo com as potencialidades de cada território. “Estamos no nono encontro e a gente tem encontrado uma diversidade muito grande de empresas do setor produtivo com atuação em diversas vertentes, de acordo com as potencialidades de cada território. Então todo esse processo tem sido um grande aprendizado para nós que buscamos essa aproximação. A educação profissional já vai proporcionar ao aluno a primeira oportunidade de se inserir no mundo do trabalho. O curso técnico já possibilita que, a partir desse contato, o jovem venha desenvolvendo novas habilidades para enfrentar, claro, a vida e ter novas perspectivas para uma profissionalização. E esse é o nosso objetivo”, salientou.

 

A aluna Keila Nayane Batista, do curso de Agronegócio integrado ao ensino médio em tempo integral, elogiou bastante a proposta do encontro. “É uma forma de abrir portas para quando a gente se formar. Além disso, podemos também absorver mais informações sobre o mundo profissional, recebendo dicas, visões de futuro. Eu acho o evento importante porque abraça setor produtivo, abraça o estudante que quer ingressar no mercado de trabalho não só como empregado, mas também como futuro patrão, podendo gerar empregos para outros. Então eu acredito nesse tipo de estratégia”.

 

Com essa aproximação da EPT com o setor produtivo, a expectativa do empresário Ednaldo Alves, da Oxinttyes Esporte Fitness, sediada no município de Itabaianinha, é gerar mais postos de emprego na região, além de disponibilizar à indústria têxtil mão de obra qualificada por meio de cursos de curta duração ofertados a partir de parceria. “É uma possibilidade que nos deixa empolgados. Dessa forma podemos fazer um intercâmbio entre os nossos funcionários, que poderão formar novos profissionais para atender à demanda que tem aumentado durante esses anos. Parabéns a todos da Seduc e da DRE 1 por essa iniciativa. É importante termos momentos como esses para dialogar sobre qualificação e desenvolvimento”, finalizou.