voltar
Pesquise sobre nossas escolas, notícias, portais e páginas.
(apague o campo para eliminar a pesquisa.)

Seduc promove Workshop para compartilhamento de experiências de intercâmbio com professores e alunos

Por Ítalo Marcos
- 14/02/2020 17:00:00
348 acessos imprimir

Professores da rede estadual de ensino participaram na manhã desta sexta-feira, 14, do Workshop Internacionalize-se, promovido pela Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), por meio do Serviço de Apoio ao Desenvolvimento Estudantil (Seads/Dase). O evento foi realizado no auditório da Biblioteca Pública Epiphanio Dória, em Aracaju, e teve como principal objetivo promover o compartilhamento de experiências de professores que participaram de programas de intercâmbio mediados pela Seduc, como o Jovens Embaixadores, Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores de Língua Inglesa nos EUA (PDPI), entre outros.

 

O Workshop foi idealizado pelo Serviço de Apoio ao Desenvolvimento Estudantil (Seads/Dase), e contou com a presença de 13 professores e dois alunos que participaram de programas de intercâmbio e relataram suas experiências para os convidados. A diretora do Dase, Eliane Passos, destacou a importância de fortalecer a rede de professores e estudantes que participam dessas ações. "Queremos mostrar para os alunos e professores a oportunidades que eles têm. Eles vão conhecer hoje uma série de ações na perspectiva de disseminar essa oportunidade de intercâmbio que alunos e professores da rede pública estadual têm", disse.

 

A recepção do Workshop foi feita por alunos do grupo "English Songs Project", do Colégio Estadual Barão de Mauá, que fizeram apresentações musicais em inglês. A coordenadora do Seads, Danielle Virginie, afirmou que o compartilhamento de experiências estimula outros professores a participarem. "Isso amplia a visão de mundo e o reflexo dessas experiências nos alunos é que, muito provavelmente, eles terão contato com coisas que irão muito além do que estava programado para eles na escola. Os estudantes podem também se inspirar nos professores para que esse se torne um objetivo de vida para eles, que é ganhar o mundo", explicou.

 

Uma das convidadas foi Cennia Euzébio, coordenadora da Cultura Inglesa, instituição de ensino que tem parceria com a Seduc e que oferta bolsas de estudo para alunos da rede estadual. Ela foi enfática em elogiar os estudantes da rede pública que fazem curso na Cultura Inglesa. "Temos muito orgulho dos alunos Jovens Embaixadores que hoje estão com a gente. São alunos que vieram da rede estadual, cuja semente foi plantada pelos professores. O nosso diretor comenta que só conversa com eles em inglês e que eles respondem perfeitamente. Continuem fazendo esse trabalho com seriedade e competência", declarou.

 

O evento contou também com a presença da assessora Maryvan Silveira, representando o superintendente executivo da Seduc José Ricardo de Santana, e da vice-presidente do Conselho Estadual de Educação, Luana Boamorte.

 

Compartilhamento

 

Os professores e alunos intercambistas fizeram um relato de suas experiências nos Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, e mostraram aos convidados todas as informações e dicas de como participar desses programas. Esdras Santos Góis, aluno do Centro de Excelência Atheneu Sergipense, em Aracaju, que retornou dos EUA há poucas semanas onde representou Sergipe no Programa Jovens Embaixadores. "Vim explicar tudo o que eu aprendi com essa experiência, como o protagonismo juvenil, empreendedorismo social, liderança, entre outros assuntos. Nosso objetivo é incentivar outros professores a participarem de intercâmbio e que eles possam incentivar os seus alunos também", disse.

 

A jovem Larissa Pavani Santos, que foi aluna do Colégio Estadual Murilo Braga, em Itabaiana, participou do Jovens Embaixadores em janeiro de 2019 e também de um curso na Universidade de Cambridge, na Inglaterra. "Os professores são o primeiro passo para que os alunos também se sintam motivados. Por experiência, tive professores que me incentivaram e me ajudaram a alcançar meus objetivos. Participar desses programas me trouxe muitas coisas boas no âmbito acadêmico, pessoal, tive experiências que me ajudaram a crescer. É incrível poder compartilhar isso com outros alunos e professores e fazer com que eles se sintam motivados a correr atrás dos seus objetivos", afirmou.

 

O professor Américo Nascimento Silva, do Colégio Estadual Amélia Lima Machado, em Brejo Grande, participou do Fulbright PDPI, em 2019, nos Estados Unidos, e também compartilhou as suas experiências. "Muitas pessoas não sabem ou não acreditam que podem participar de um intercâmbio. Eu converso com vários professores, incentivando que eles tentem e chamando a atenção de que é possível, sim, conseguir, mas tem que tentar", declarou.

 

Josivan da Conceição é professor no Colégio Estadual 17 de Março, em Aracaju, e está inscrito para participar do programa PDPI. "A gente precisa fazer com que nosso aluno seja protagonista e montar sua própria história. Além disso, o professor tem que ser inspirador. Então acho que esse Workshop tira as nossas dúvidas e mostra o nosso papel de professor, de investir mais no seu aluno para que conheçam os programas de intercâmbio", disse.

 

Programação

 

Ainda durante o Workshop Internacionalize-se, as assessoras do Seads Nádia Cardoso, Célia Gil e Bernadete Carneiro fizeram a apresentação ds programas de intercâmbio e da Rede PEA-Unesco, e a coordenadora Danielle Virginie apresentou a Agenda do Seads, com as datas de todos os programas que alunos e professores podem participar.