voltar
Pesquise sobre nossas escolas, notícias, portais e páginas.
(apague o campo para eliminar a pesquisa.)

Coordenação estadual da Olimpíada de Língua Portuguesa realiza oficina para professores

Por Ítalo Marcos
- 24/05/2019 11:59:00
206 acessos imprimir

 

 

Nesta edição, Sergipe chegou a mais de dois mil inscritos na Olimpíada, ultrapassando a quantidade da edição anterior

 

Por Ítalo Marcos

 

A coordenação estadual da Olimpíada de Língua Portuguesa, de responsabilidade da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), está ministrando oficinas formativas para professores que participarão da 6ª edição do concurso. As oficinas estão sendo ministradas pelo coordenador estadual da Olimpíada, Jorge Monteiro, e pelo professor formador Antônio Félix, do Departamento de Letras da Universidade Federal de Sergipe. Ambos estão indo em todos os municípios para conversar com os docentes e estimulá-los a incentivarem a produção textual de seus alunos para a competição.

 

A Olimpíada de Língua Portuguesa é um concurso de produção de textos para alunos de escolas públicas de todo o país, que estudam do 5º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio. Iniciativa do Ministério da Educação e do Itaú Social, com coordenação técnica do CENPEC, a Olimpíada integra as ações desenvolvidas pelo Programa Escrevendo o Futuro.

 

O tema das produções nesta edição é "O lugar onde vivo", que propicia aos alunos estreitar vínculos com a comunidade e aprofundar o conhecimento sobre a realidade local, contribuindo para o desenvolvimento de sua cidadania. Os alunos irão trabalhar os gêneros: poema, crônica, artigo opinativo e memórias literárias. Além desses, há uma novidade para esta edição: o gênero documentário.

 

De acordo com o coordenador estadual, professor Jorge Monteiro, nesta edição, em Sergipe, foram realizadas 2.372 inscrições, entre professores, alunos e escolas. Esse número ultrapassou os cerca de 1.600 da edição anterior.

 

"Essa Olimpíada é uma grande oportunidade para os alunos. Nós descobrimos muitos talentos em um evento como esse, que trabalha com a Língua Portuguesa de maneira aprofundada. O material que eles disponibilizam para que os professores e estudantes trabalhem é extremamente rico e isso serve de incentivo para que outros alunos também participem", disse Jorge Monteiro.

 

Oficinas e material

 

Para participar do concurso, os professores deverão realizar oficinas de leitura e escrita em sala de aula com todos os alunos das turmas participantes e, para isso, terão acesso à coleção da Olimpíada, que consiste em cadernos virtuais de apoio ao trabalho do professor.

 

A Coleção propõe uma metodologia de ensino para a produção de textos na perspectiva do trabalho com gêneros textuais, e aborda os conteúdos de língua portuguesa previstos nos currículos escolares, favorecendo o desenvolvimento de competências de leitura e de escrita.

 

Nesta edição, alunos da 1ª e 2ª série do ensino médio poderão participar da Olimpíada com o gênero Documentário. Para isso, eles trabalharão em trio, sob orientação do professor, e deverão apresentar juntos o projeto (sinopse, argumento e roteiro) e o documentário, em vídeo, de no máximo 5 minutos de duração, incluindo os créditos, no formato do arquivo mp4 até 150 mb (megabytes), na etapa escolar, em campo específico, no Portal Escrevendo o Futuro.

 

Cronograma

 

Após o período de oficinas, serão realizadas as etapas escolares, municipais e estaduais, nas quais serão formadas Comissões Julgadoras e que enviarão os trabalhos selecionados. A etapa estadual será no período de 26 de setembro a 11 de outubro, quando serão selecionados os 569 alunos semi-finalistas e seus professores. Na etapa regional, de 23 de outubro a 19 de novembro, os professores e alunos semi-finalistas viajarão para uma capital brasileira e participarão de atividades culturais e formativas. Haverá nessa fase a seleção dos 173 alunos finalistas e seus professores, e a seleção dos 20 professores na categoria Relato de Prática.

 

No dia 28 de novembro será realizada a etapa nacional, com a seleção dos 28 alunos vencedores e seus professores. A cerimônia de premiação dos vencedores será realizada no dia 9 de dezembro.

 

Vencedora sergipana

 

Em 2016, quando se realizou a 5ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa, a vencedora foi a sergipana Jucimara Silva Conteira Santos, que na época tinha apenas 13 anos de idade e estudava no 6º ano do Colégio Estadual Gaspar Lourenço.

 

Na obra, intitulada "Vida de Pescador", Jucimara contou a história dos pais. A sua orientadora, Irani dos Santos, também havia sido classificada entre os produtores de sete textos na modalidade Relato de Experiência. Com o título "Pescaria Literária", a autora explicou desde a realização das oficinas de literatura no Colégio até a escrita do texto pela aluna campeã da Olimpíada.